24.5 C
Santo Antônio de Jesus
quinta-feira, 30 junho, 2022

Falta de coveiros faz família tem que enterrar idoso morto com suspeita de Covid-19 em Manaus

Relacionados

Filhos contam que família procurou corpo do pai por três dias antes de conseguir enterrar. Prefeitura de Manaus informou que situação foi um caso isolado e apura ocorrido.

(Foto: G1)

Os familiares de um idoso de 82 anos, que morreu com suspeita do novo coronavírus, tiveram que enterrar o corpo do parente no Cemitério Nossa Senhora Aparecida, na Zona Norte de Manaus, neste domingo (26). Os filhos contam que, antes de terem que enterrar o próprio pai, ainda tiveram que procurar pelo corpo por três dias. A Prefeitura de Manaus informou que situação foi um caso isolado e apura o ocorrido.

O número de casos confirmados do novo coronavírus no Amazonas passa de 3,8 mil, segundo boletim epidemiológico divulgado pela Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-AM), neste domingo. São mais de 300 mortes.

De acordo com o filho de Joaquim Lopes da Silva, John Magno Máximo, o corpo do pai não foi encontrado na unidade de saúde em que ele morreu. Os filhos tiveram que procurar em um contêiner frigorífico para identificar o corpo.

  • “Muitos corpos em cima do outro, sem identificação nenhuma. Nós tivemos que nos arriscar, tivemos que nos arriscar dentro do freezer, dentro do frigorífico para identificar nosso pai”, disse Máximo, filho da vitima.

Ainda segundo o filho de Silva, após os dias em que passaram até encontrarem o corpo do pai, outro transtorno foi relatado por eles durante o enterro. Havia a cova para o sepultamento no Cemitério Nossa Senhora Aparecida, mas não havia coveiro.

  • “Nós mesmos estamos aterrando ele, porque não tem coveiro, não tem ninguém da administração, ninguém para nos ajudar”, afirmou o filho de Joaquim Lopes da Silva.

Por meio de nota, a Prefeitura de Manaus, responsável pelos sepultamentos na cidade, a situação foi um fato isolado e deve apurar o ocorrido e tomar as medidas cabíveis. Confira a nota:

“A Prefeitura de Manaus informa que o lamentável ocorrido é um caso isolado e não representa o trabalho sério que o município vem realizando, com critérios e zelo, neste momento de pandemia pelo novo coronavírus. A prefeitura informa ainda que vai apurar a conduta dos responsáveis e tomar as medidas cabíveis”, disse a Prefeitura de Manaus.

spot_img
spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

+ Notícias

Anvisa determina recolhimento de remédio para pressão; veja qual é

Foi divulgado recentemente que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) determinou o recolhimento de lotes do remédio Losartana. O medicamento...