24.5 C
Santo Antônio de Jesus
domingo, 26 setembro, 2021

Com câncer raro, moradora de Feira, tem fornecimento de medicamento suspenso pelo estado

Relacionados

Foto: Reprodução/Instagram

A dona de casa Karolline Hadeydi, moradora de Feira de Santana, está há três anos lutando contra um câncer raro e, que não tem cura, chamado mieloma múltiplo. Em 2019, o Acorda Cidade publicou uma matéria sobre a luta de Karolline para conseguir a medicação que é fornecida pelo estado.

Durante esse período, a dona de casa conseguiu receber a medicação, mas há cerca de 45 dias, o estado suspendeu o fornecimento.

“O meu tratamento é de forma venosa e oral. A caixa desse comprimido hoje custa 28 mil reais e necessito fazer o uso dessa medicação para evitar que a doença possa progredir. Infelizmente eu só tenho essa alternativa pois já realizei dois transplantes como forma de zerar a doença, o que não aconteceu e o estado está atrasando a entrega da medicação”, explicou.

De acordo com Karolline, com a falta da medicação alguns sintomas da doença já começam a ser apresentados.

“Mediante o relatório médico, eu corro risco de vida. É preciso fazer o tratamento com as duas medicações, venosa e oral e já estou com mais de 45 dias sem tomar o comprimido apresentando dores na região óssea”, declarou.

Como forma de manter o tratamento, familiares e amigos estão realizando campanhas na internet como forma de receber recursos para custear a medicação. A atriz Tatá Werneck e as digitais influencers Evelyn Regly e Mileide Mihaile, contribuíram na campanha.

Com informações do repórter Ney Silva do Acorda Cidade.

spot_img
spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

+ Notícias

Grupo Carrefour lança serviço de crédito para clientes que não têm cartão – Saiba mais

O Carrefour divulgou uma novidade para os clientes que não possuem cartão de crédito. A rede vai oferecer uma linha...