24.5 C
Santo Antônio de Jesus
terça-feira, 27 julho, 2021

EX-MULHER DE TOM VEIGA CONTA QUE OS DOIS PRETENDIAM REATAR E QUE FALOU COM ELE UM DIA ANTES DA MORTE: ‘FIZEMOS PLANOS’

Relacionados

Alessandra Veiga foi casada com o intérprete do Louro José por quase 15 anos Foto: ReproduçãoFacebook

Um mês após a morte de Tom Veiga, completado hoje, Alessandra Veiga, ex-mulher e mãe de dois dos quatro filhos dele, abre o coração, fala da dor da perda e conta que ela e o intérprete de Louro José estavam retomando o relacionamento. Eles se separaram em 2018, após quase 15 anos casados, até que, em maio deste ano, Tom resolveu procurá-la, querendo reatar. Na época, ele estava em processo de separação de sua terceira mulher, Cybelle Costa, com quem ficou casado por oito meses.

“Ele pediu meu telefone para o meu filho. A gente se falava pelo WhatsApp todos os dias, e eu tenho muitos áudios nossos. Falamos um pouco de sentimento e da falta que sentíamos um do outro, e ele queria vir para cá para me ver”, conta Alessandra, que mora nos Estados Unidos e trocou a última mensagem com Tom um dia antes da morte dele: “Falamos coisas rotineiras, sobre como ele estava, um ‘bom dia!’, ‘dormiu bem?’”.

Como Tom não conseguiu ir aos EUA, Alessandra se programou para vir ao Brasil um dia após a data marcada para o divórcio dele, 5 de novembro. Ela só não imaginava que Tom morreria quatro dias antes da data do reencontro.

“Não fui antes porque fiquei com medo de não conseguir voltar, por conta do meu visto de estudante. Ele também não conseguiu vir. A gente chegou a fazer planos, e isso, para mim, é amor. Sinto muito saudade e um pouco de arrependimento. Se eu fosse dar um conselho para alguém é: não deixe o ego tomar conta. O ego fez com que a gente ficasse afastado um ano e cinco meses, e, quando a gente ia se encontrar de novo, aconteceu isso. Não levei uma rasteira da vida: fui é empurrada do precipício, porque o fato de eu voltar a falar com ele, de a gente voltar, de ter, graças a Deus, se acertado, foi, para mim, um grande presente de Deus. Mas, ao mesmo tempo, não consigo entender por que aconteceu isso (a morte)”.

Emocionada, ela fala da dor e da saudade de Tom: “Os dias estão sendo muito difíceis. Ainda mais porque a gente ia realmente se encontrar e conversar, depois que ele resolvesse a vida dele (o divórcio do terceiro casamento). Não quero ver as pessoas nem conversar com ninguém. É uma tristeza mesmo, por não ter conseguido vê-lo de novo, tocar nele de novo, saber que a gente ia conversar para ver, e eu não sei o que seria o futuro”, diz.

“Agora, temos que viver um dia após o outro. As crianças, dentro do possível, estão bem. A Amanda, filha dele com a Cristina, a primeira mulher, me disse uma coisa muito bonita, que a mãe dela disse para ela: que agora nós somos uma família de duas mães e quatro filhos”.

Fonte:Extra

spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

+ Notícias

Governo fará novos cortes durante 4º parcela do auxílio; Saiba que está incluso

O governo federal anunciou recentemente a antecipação do calendário da 4ª parcela do auxílio emergencial 2021. A notícia foi bem recebida pelos...
spot_img