24.5 C
Santo Antônio de Jesus
quinta-feira, 24 junho, 2021

Prefeitura de Salvador planeja imunizar 70 mil pessoa por dia contra Covid-19

Relacionados

Prefeitura de Salvador planeja imunizar 70 mil pessoa por dia contra Covid-19 — Foto: Reprodução/ TV Bahia

A Prefeitura de Salvador informou, nesta quarta-feira (16), que planeja ter capacidade de vacinar cerca de 70 mil pessoas por dia contra a Covid-19. Segundo a gestão municipal, a estimativa foi feita pela Secretaria Municipal da Saúde (SMS) com base em outras estratégias de imunização que apresentaram boa aderência da população na cidade.

“Essa estimativa foi abalizada tanto pela expectativa da população em geral em ter acesso às doses, quanto no planejamento que já foi desenhado pelo município em estabelecer pontos estratégicos de imunização que facilitem o acesso e também favoreçam as medidas restritivas de distanciamento”, destacou a subcoordenadora de Doenças Imunopeveníveis, Daiane Lemos.

De acordo com ela, existe a perspectiva de contratação de novos profissionais de saúde para atuação temporária e complementação das equipes de aplicação das doses na cidade.

Conforme o órgão, para viabilizar de forma mais ágil a vacinação de maneira escalonada, técnicos da SMS elaboraram um Plano Municipal de Imunização que define as etapas da mobilização, público eletivo prioritário e fluxo de acesso às doses através da rede SUS no município.

A prefeitura informou que ainda não há definição sobre qual vacina vai ser comprada pela prefeitura e que o plano de imunização será divulgado assim que as doses forem negociadas.

Para o armazenamento e distribuição das doses, a prefeitura informou que a SMS tem quatro ultrafreezers de -86°C para o acondicionamento corretos das vacinas que precisam ser conservadas em baixíssima temperatura. Além disso, a pasta vai lançar um registro de compra para a aquisição de outros quatro, como medida para acelerar a vacinação.

O órgão municipal também acrescentou que, com a estrutura atual, a rede de saúde de Salvador tem capacidade de armazenar até 160 mil doses em temperatura abaixo de -75°C de uma só vez.

Para as vacinas contra Covid-19 dos laboratórios que não demandam armazenamento em baixa temperatura, a rede municipal já tem infraestrutura através de câmaras e freezers científicos para acondicionamento e distribuição para a estratégia de imunização.

Produção de vacina na Bahia

O Governo da Bahia informou, nesta quarta-feira, que está em tratativas com a indústria que irá produzir a vacina Sputnik V no Brasil, a União Química Farmacêutica.

De acordo com o governo, a Bahia vai auxiliar na condução de estudos clínicos para submissão regulatória na Anvisa e existe a possibilidade de usar parte da estrutura fabril da Bahiafarma, em Simões Filho, região metropolitana de Salvador, nas etapas finais da produção da vacina.

Em setembro deste ano, o governo da Bahia havia informado que concluiu o acordo de confidencialidade com o governo da Rússia para que todas as informações científicas da vacina contra a Covid-19 “Sputinik V” sejam repassadas para a Fundação Baiana de Pesquisa Científica e Desenvolvimento Tecnológico (Bahiafarma). Na prática, o acordo marca um avanço nas negociações entre o país e o estado, que a partir de agora poderá ter acesso à tecnologia usada na produção do imunizante.

Quase 9 mil casos em dois dias

A Bahia registrou 4.866 novos casos de Covid-19 nas últimas 24h, segundo dados divulgados pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), na tarde desta quarta. Em dois dias, já são contabilizados quase 9 mil novos contaminados pelo coronavírus no estado [na terça-feira, 15, foram 4.114 casos em 24h].

spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

+ Notícias

Caixa confirma até R$ 50 mil com prazo de 60 meses; veja como receber

A Caixa Econômica Federal anunciou uma nova linha de crédito sem análise do histórico financeiro na Serasa ou SPC...