Lista de benefícios que todo MEI tem direito; Confira

0
736

Uma das principais vantagens de regularizar seu negócio como Microempreendedor Individual (MEI) vai além da criação do CNPJ, mas sim, poder contar com uma série de benefícios e vantagens que inclusive são relacionados ao INSS garantindo até mesmo o direito a aposentadoria e pensão por morte.

Além disso, um dos pontos que mais chamam a atenção de quem quer abrir uma empresa de forma rápida e barata é o MEI, justamente por ser totalmente gratuito durante o processo de abertura da empresa, bastando preencher um cadastro básico que demora algo em torno de 15 minutos.

A única coisa que o trabalhador que formaliza seu negócio precisa pagar é um imposto mensal fixo através de um boleto chamado DAS cujo valor está relacionado ao tipo de atividade que sua empresa terá que pagar, que em 2021 gira entre R$ 55 e R$ 61, o que de fato é muito mais barato do que qualquer outro tipo de empresa.

Mas afinal, quais são os benefícios do MEI?

O MEI conta com uma série de vantagens e benefícios que podem fazer diferença não só para o trabalhador como também para a família do trabalhador por meio dos benefícios oferecidos pelo INSS. Veremos quais são os benefícios que o MEI pode contar:

Aposentadoria por idade

O trabalhador que se formaliza como MEI ganha o direito de se aposentar por idade, no entanto, vale lembrar que é necessário atingir o número mínimo de contribuições exigidas pelo INSS para ter acesso ao benefício.

Aposentadoria por invalidez

A aposentadoria por invalidez é um benefício oferecido pelo INSS em caso de incapacidade concedido ao segurado que, em razão de alguma moléstia ou incapacidade esteja permanentemente incapacitado de voltar a exercer qualquer tipo de atividade que lhe prove o sustento.

Assim como a aposentadoria por idade é necessário se atentar aos critérios específicos para ter acesso ao benefício.

Auxílio-doença

O auxílio-doença trata-se de um benefício que o MEI tem direito, caso o mesmo fique temporariamente incapacitado de exercer seu trabalho por motivo de doença ou acidente. A contribuição mínima para receber o benefício é de 12 parcelas, ou seja, o trabalhador precisa ter pago ao menos 12 boletos do DAS para conseguir acesso ao benefício.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui