24.5 C
Santo Antônio de Jesus
segunda-feira, 6 dezembro, 2021

5 alimentos para dar um UP na imunidade durante o inverno, veja

Relacionados

O inverno, definitivamente, começou. Dias menores, noites maiores e um clima frio e seco vão dominar nossos dias nos próximos meses. Tudo isso ataca o nosso sistema imunológico, que pode sofrer principalmente com gripes e resfriados. No entanto, alguns alimentos nos ajudam a evitar as doenças, como explica Cyntia Maureen, nutricionista da Superbom.

“O frio é conhecido por diminuir a imunidade e, com isso, nosso organismo fica mais propenso aos vírus. Associar uma boa alimentação com outras práticas como exercícios físicos, consumo adequado de água e uma boa rotina de sono podem ser a resposta para aqueles que querem evitar os famosos sintomas – corizas, dores no corpo e fadiga – que as doenças do inverno trazem. E não é nenhum bicho de sete cabeças: com uma simples ida ao supermercado conseguimos encontrar todos esses alimentos”, conta.

1- Laranja: A laranja e outras frutas cítricas como tangerina, kiwi e limão, são ricas em vitamina C. “O nutriente é conhecido por atuar diretamente nas nossas células de defesa e combater os causadores de doenças, fortalecendo o sistema imunológico“, comenta Cyntia. A profissional continua: “a laranja ainda contribui no retardo do envelhecimento e prevenção da anemia, podendo ser consumida in natura ou até mesmo em sucos e geleias. Para os dias mais frios, seu consumo diário é mais do que indicado”.

2- Aveia: Uma das queridinhas do café da manhã, a aveia é rica em fibras responsáveis por otimizarem o sistema imunológico, além de dar mais energia e melhorar o humor. “Começar o dia com esse cereal é a pedida certa para o inverno. Para deixá-lo ainda mais gostoso e nutritivo, é válido preparar os famosos bowls de frutas para uma refeição completa logo ao acordar”, acrescenta a nutricionista. A aveia ainda é rica em zinco, cobre, ferro, cálcio e magnésio.

3- Mel com Própolis: O mel, além de ser uma ótima opção de adoçante para aqueles que estão evitando o açúcar, ainda traz benefícios como características antimicrobianas e atuação nas vias respiratórias. Junto do própolis, ele conta com soluções antibacterianas, antivirais e anti-inflamatórias, sendo ideal para os dias mais frios. Cyntia explica: “o melhor do mel com própolis está em sua praticidade: vendido em pequenas embalagens, eles podem ser facilmente transportados para a rua, escola e trabalho. Uma ótima opção para aqueles que desejam optar por remédios naturais no inverno”.

4- Castanha-do-Pará: A oleaginosa é rica em selênio, antioxidante que combate os efeitos danosos dos radicais livres. Já para o fortalecimento do sistema imunológico, seus nutrientes como vitamina E, cálcio e magnésio, fazem o trabalho. “Além disso, a castanha-do-pará ainda é uma excelente fonte de energia e favorece a saúde do coração. Sua dose diária recomendada é entre uma e duas unidades, ou seja, um pequeno pacote chega a durar uma semana em ambientes arejados. Com todos os benefícios que a oleaginosa proporciona – junto do fato de ser rica em gorduras boas -, vale a pena o investimento”, aconselha a profissional.

5- Sopas quentes: “Essa é um clássico na casa das avós”, brinca Cyntia. Ela explica que os alimentos quentes, como as sopas ao final do dia, são perfeitos para aqueles que estão com sintomas de gripe e/ou resfriado já que aumentam o fluxo de secreções nasais, ajudando a aliviar os sintomas das doenças típicas do inverno. “Abóbora com gengibre, feijão e o famoso caldo verde são ótimas opções de receitas para aqueles que estão se sentindo indispostos. Uma dica é caprichar no alho na hora do preparo pois o tempero, além de saboroso, é rico em vitamina A e C que vão favorecer o funcionamento do sistema imunológico“, finaliza.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img
spot_img

+ Notícias

Ninguém acerta as 6 dezenas da Mega-Sena e prêmio vai a R$ 16 milhões

A Mega-Sena concurso 2.433, realizado na noite desta quarta-feira (1°) no Espaço Loterias Caixa, em São Paulo, não teve...