24.5 C
Santo Antônio de Jesus
quarta-feira, 28 julho, 2021

Como será o retorno ao Bolsa Família quando o auxílio emergencial terminar? Confira aqui

Relacionados

Quando da implantação do auxílio emergencial, os contemplados pelo Programa Bolsa Família (PBF), que passariam a ter um recebimento mais vantajoso, ou seja, de maior valor com o auxílio, acabaram migraram para este benefício. Segundo o Ministério da Cidadania, que responde pelo Auxílio e pelo Bolsa Família, foram aproximadamente 10 milhões de usuários do Bolsa que migraram para o projeto emergencial.

Dessa forma, muitos brasileiros ficam em dúvida quanto ao retorno para o Bolsa quando os pagamentos do auxílio emergencial forem encerrados. Para aqueles que estão com essa dúvida, de acordo com o Ministério da Cidadania, a informação é de que os usuários retornarão ao programa anterior de forma automática, ou seja, não será necessária nenhuma nova inscrição ou procedimento.

Aqui é importante destacar que falamos do retorno ao Programa Bolsa Família apenas para aqueles que estão recebendo o auxílio emergencial via Bolsa Família temporariamente, por ser a opção mais vantajosa, ou seja, aqueles que já não integravam o PBF anteriormente, não serão incluídos no programa após o término do auxílio emergencial.

De fato, existe a expectativa de que o novo Bolsa Família, esperado ainda para este ano, amplie o número de beneficiários, entretanto, essa e outras confirmações ainda não foram publicadas oficialmente.

O Programa Bolsa Família (PBF) é um programa de transferência direta de renda, direcionado às famílias em situação de pobreza e de extrema pobreza em todo o país, para que consigam superar a situação de vulnerabilidade. Em todo o Brasil são mais de 13,9 milhões de famílias atendidas pelo Bolsa Família.

Pagamentos do auxílio emergencial

A Caixa Econômica Federal segue com o pagamento da terceira parcela do auxílio emergencial 2021, e nesta terça-feira (29) chega a vez dos trabalhadores nascidos em outubro, inscritos no programa por meio do site e aplicativo, além daqueles que fazem parte do Cadastro Único, mas estão fora do Bolsa Família.

Também nesta terça recebem a terceira parcela os beneficiários do Bolsa Família com Número de Identificação Social (NIS) de dígito final 9.

Em relação aos valores, são mantidos os mesmos aplicados nos ciclos anteriores, ou seja, as famílias em geral recebem R$ 250; a família monoparental, chefiada por uma mulher recebe R$ 375; as pessoas que moram sozinhas recebem R$ 150.

spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

+ Notícias

Valdélio Oliveira Empresário do seguimento artístico Prestigiou aniversário de Elísio Medrado

Valdélio Oliveira, Empresário do seguimento artístico prestigiou o evento de Aniversário dos 59 anos de Emancipação Política de Elísio...
spot_img