24.5 C
Santo Antônio de Jesus
quinta-feira, 2 dezembro, 2021

Wi-fi ruim? 4 dicas para melhorar o sinal da sua rede

Relacionados

Quando se está com problemas com a conexão de internet (o popular “wi-fi ruim“), o mais comum é entrar em contato com a operadora. Entretanto, há algumas dicas que podem livrá-lo de horas no telefone.

  • Quer ficar por dentro do mundo da tecnologia e ainda baixar gratuitamente nosso e-book Manual de Segurança na Internet? Clique aqui e assine a newsletter do 33Giga

Segundo Fabrício Visibeli, Co-CEO da CBYK, empresa desenvolvedora de softwares e soluções personalizadas de TI, muitas vezes, o problema do wi-fi ruim está no equipamento de conexão com a rede (roteador). Ele pode estar sobrecarregado por suportar múltiplas conexões.

Curiosamente, a maioria dos roteadores domésticos suporta uma quantidade limitada de conexões simultâneas por serem mais simples.

“A queda da qualidade do sinal na sua residência, pode ser devido a diversos fatores relacionados aos ambientes, como paredes, vidro, espelhos entre outros objetos da residência”, explica Visibeli. “Por mais que o roteador consiga suportar múltiplas conexões simultaneamente – computador, tablet, celular e Smart TV, por exemplo –, isso não significa que a qualidade do sinal vai ser boa para todos os dispositivos em todos os locais.”

O especialista exemplifica que o mesmo problema do wi-fi ruim acontece quando se está em locais com grande quantidade de pessoas, como hotéis, escolas ou aeroporto. Nesses pontos, nem sempre se consegue uma conexão boa porque a rede fica sobrecarregada por ser compartilhada com muitos usuários, além de perder o sinal por conta do distanciamento de roteadores.

“Enquanto esperamos ansiosos pelo 5G, os roteadores terão que ser adaptados à medida que a internet das coisas chega à nossa casa com a possibilidade de conectar iluminação, dispositivos móveis, geladeira, entre outros itens, sobrecarregando ainda mais o aparelho”, comenta.

Hoje, no mercado, estão disponíveis dispositivos que suportam até mais de 100 conexões. Mas por enquanto, segundo Visibeli, o melhor é seguir alguns passos que podem ajudar na melhora do sinal na sua casa.

Mude a posição do roteador

O aparelho deve estar localizado o mais alto possível para tornar seu alcance disponível com todos os dispositivos conectados.

Verifique a sua rede Wi-Fi

Use aplicativos de análise para pesquisar a sua própria rede e as outras redes que podem estar interferindo.

Use apenas uma frequências do roteador

Uma dica chave em aparelhos domésticos com frequência dupla é trabalhar somente em 2.4GHz, ou seja, apesar de a velocidade ser menor, vai consumir menos recursos do roteador. Usando apenas essa alternativa o roteador vai aguentar muito mais conexões, liberando mais sinal wifi. Já o uso de canais de banda dupla força muito os roteadores, resultando em conexões lentas e em quedas do sinal.

Aposte em mais um roteador ou extensor

Há casos em que um segundo roteador como repetidor ou um extensor (booster) ajudam a alcançar os pontos fracos de wi-fi em sua área de cobertura.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img
spot_img

+ Notícias

Contagem regressiva para nosso reencontro! Estrutura para a Jegada começa a ser montada

À medida que os dias vão passando, diminui a distância entre o público e a Jegada. No dia 11...