24.5 C
Santo Antônio de Jesus
sexta-feira, 21 janeiro, 2022

Passagem aérea barata: especialistas dão dicas de como procurar

Relacionados

Os preços das passagens aéreas voltaram a subir este ano após terem registrado queda (-17%) em 2020, em meio a medidas de restrição por causa da pandemia de coronavírus.

Até outubro de 2021, os valores das passagens subiram 13,5% ao consumidor, segundo dados de inflação calculados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Quem viaja ou trabalha no setor afirma, no entanto, que existem ferramentas e dicas que podem ajudar na procura por uma passagem mais barata.

Para dar esses toques, o g1 conversou com sites buscadores e influenciadoras que dão dicas de como tornar a viagem mais acessível.

Duas delas, as publicitárias Nanda Hudson e Gaia Vani, compartilham dicas e roteiros no blog Mala de Aventuras, que tem mais de 80 mil seguidores no Instagram. Elas já passaram por mais de 20 países em cinco continentes.

A outra viajante é a Adriana Mendonça, que largou tudo em 2015 para viajar junto com o seu marido pelo mundo e, desde então, dá dicas de viagens para países de quatro continentes no blog Em Algum Lugar do Mundo.

Veja dicas a seguir:

1. Crie alerta de preços

Uma das primeiras dicas das viajantes entrevistadas é usar ferramentas de aplicativos e sites buscadores de passagens, que podem indicar quando os valores caem ou como encontrar um preço dentro de um orçamento preestabelecido.

Atualmente, esses serviços são disponibilizados de forma gratuita e podem ser uma boa opção para não perder muito tempo pesquisando preço em cada site de viagem ou companhia aérea.

Um deles é o buscador Kayak. Na página da empresa, basta pesquisar o itinerário de preferência na aba “Voos”. Quando a página de resultados abrir, no canto superior esquerdo é possível habilitar a opção “Acompanhar Preços”, informando um e-mail para receber avisos automáticos das variações.

Ainda no canto superior esquerdo, a Kayak costuma dar uma previsão das tendências de preço para os próximos dias.

Na aba “Explore”, a empresa oferece ainda sugestões de viagens possíveis dentro de um orçamento informado, diz Gustavo Vedovato, Country Manager do Kayak no Brasil.

Já no sistema de Alertas do buscador Voopter, o usuário escolhe para onde quer ir, até quanto pode pagar e o intervalo de datas que gostaria de viajar. Quando a passagem aérea é encontrada, ele é avisado via notificação, informa Pettersom Paiva, um dos fundadores da empresa.

Outras marcas que têm ferramentas de alerta de preços são, por exemplo, Google VoosSkyscanner Momondo.

2. Promoção não tem data certa, então esteja preparado

Há 10 anos atrás, algumas regras permitiam traçar um comportamento linear dos períodos de promoção. Era comum, por exemplo, encontrar preços mais em conta durante as madrugadas, lembra Pati Guedes, viajante e fundadora do site Passagens Imperdíveis.

“No entanto, de uns tempos para cá, essas regras inexistem”, afirma.

“Já encontramos e divulgamos promoções para viajar em 12 meses, em 9 meses, em 6 meses, dali a 1 mês, dali a poucos dias”, conta.

“Já encontramos e divulgamos promoções para viajar em 12 meses, em 9 meses, em 6 meses, dali a 1 mês, dali a poucos dias”, conta.

3. Saiba identificar se a oferta é boa

Pesquisar preço com antecedência possibilita ter uma ideia do valor médio da passagem aérea e, com isso, conseguir identificar uma boa promoção, diz Adriana, do blog Em Algum Lugar do Mundo. Isso vale, principalmente, para quem tem um destino específico.

“Para as pessoas conseguirem identificar se a promoção é boa ou não, nós temos uma ferramenta chamada ‘detetive de preços’ que permite saber se você encontrou uma boa oferta, comparando vários sites”, diz Vedovato, da Kayak.

Nanda e Gaia, do blog Mala de Aventuras, dizem que, quando o valor da promoção está bem abaixo do preço médio, elas acabam comprando pelos sites promocionais.

  • Como os sites de promoção ganham uma comissão pela venda, é sempre bom checar o valor no site da companhia aérea, que, geralmente, costuma ser “alguns reais” mais barato, reforçam.

“Se for um preço muito imperdível, que estou pesquisando há algum tempo e vejo que vale a pena, eu fecho na hora, na página [dos sites de promoção de passagens]”, conta Nanda.

4. Tente ser flexível

Passagem aérea sempre vai ser mais cara durante as festas de final de ano e, infelizmente, não é todo mundo que pode viajar em baixa temporada. Para este grupo de pessoas, a dica de quem viaja é tentar ser flexível dentro das suas limitações.

  • “É legal fazer uma listinha com os destinos que você deseja, porque nem sempre você vai achar aquela passagem perfeita para o lugar que você quer. Não dá para prever qual vai ser promoção”, diz Nanda.

Outra dica é tentar evitar os dias e horários com mais procura, como embarcar em uma sexta-feira à noite e voltar domingo à noite ou segunda-feira pela manhã.

Um outro caminho é optar por voos com escalas e/ou conexões, diz a Voopter.

“Vale ressaltar que pode ser uma opção mais cansativa, dependendo do tempo de espera entre os voos, mas, às vezes, o valor mais baixo da passagem compensa. Os voos diretos tendem a ser mais caros”, diz Paiva.

“Para quem tem possibilidade de viajar fora de época, dá para filtrar passagem com a opção de destino em aberto em buscadores de viagem. Eles mostram sugestões para o período que você determinou. Eu já consegui muita passagem barata dessa forma, fugindo dos destinos da moda, que, geralmente, são mais caros”, diz Adriana. Fonte: G1

Veja também: Veja como consultar o IPVA 2022, data para pagar e se tem desconto

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

+ Notícias

Auxílio Brasil: Veja o que falta para o pagamento retroativo

O Governo Federal deve começar nesta terça-feira (18) os pagamentos da terceira rodada do Auxílio Brasil. De acordo com...