24.5 C
Santo Antônio de Jesus
domingo, 22 maio, 2022

Covid-19: Salvador tem apenas 3 leitos de UTI disponíveis para crianças e 93% de ocupação em enfermarias pediátricas

Relacionados

Salvador tem, nesta sexta-feira (7), apenas três leitos infantis de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), disponíveis para tratamento da Covid-19. No caso dos leitos de enfermaria, somente dois estão disponíveis.

Os dados são da Central Integrada de Comando e Controle da Saúde, da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab). Ao todo, a ocupação de enfermaria pediátrica é de 93%: dos 30 leitos disponíveis, 28 estão ocupados.

Com relação aos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), 85% estão com pacientes hospitalizados: dos 20 leitos implantados, 17 estão ocupados.

Atualmente, apenas dois hospitais oferecem leitos para crianças em Salvador: o Martagão Gesteira – maior unidade pediátrica do Norte e Nordeste –, e o Instituto Couto Maia – que é a maior referência em doenças infectocontagiosas do país.

No Martagão, 100% dos leitos de enfermaria estão ocupados, enquanto 80% da UTI pediátrica também está cheia. Já no Couto Maia, a ocupação dos leitos de enfermaria está em 80%, enquanto os de UTI para crianças está em 90%.

Na quinta-feira (6), o prefeito Bruno Reis informou que está tentando contratar novos leitos de UTI para crianças.

“O secretário Leo Prates tem reunião com o Martagão para articular essa operação. Já determinei a ampliação dos leitos pediátricos no Martagão. Tínhamos 20 vamos pra 30. Três já entram em funcionamento semana que vem. Os outros 7 estamos trabalhando para termos pelo menos mais cinco leitos no Martagão”, disse ele.

Vacinação infantil

A vacinação de crianças contra a Covid-19 ainda não foi iniciada na Bahia, nem há uma previsão de quando será começada. Isso acontece porque o Ministério da Saúde ainda não anunciou uma data para a aplicação dos imunizantes.

O primeiro lote de vacinas pediátricas deve chegar ao Brasil no dia 13 deste mês, e a distribuição aos estados será feita no dia 14. A imunização de crianças de 5 a 11 anos só foi incluída no Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação Contra a Covid-19 no dia 5 de janeiro, cerca de um ano após as aplicações no país.

Ainda em dezembro, a farmacêutica Pfizer já havia sido autorizada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) a vacinar crianças.  G1/Bahia

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

+ Notícias

Como sacar os valores atrasados do abono PIS/Pasep?

Milhares de trabalhadores de todo o país deixaram de sacar o abono salarial PIS/Pasep referente ao ano-base 2019, que ficou disponível para...