24.5 C
Santo Antônio de Jesus
domingo, 22 maio, 2022

SAJ: ‘Os trabalhadores saem do supermercado de madrugada sem segurança e nem transporte’, afirma diretora do Sindicato dos Comerciários

Relacionados

Em entrevista concedida a Rádio Andaiá FM, no Programa Levante a Voz, Anatália Mercês, Diretora do Sindicato dos Comerciários, fala sobre o  funcionamento de alguns supermercados aos domingos e feriados e também da perspectiva salarial para o trabalhador do comércio.

Sobre o funcionamento do comércio aos finais de semana e feriado, Natália Mercês informou que houve luta por parte do Sindicato dos Trabalhadores para que houvesse um limite com relação aos trabalhos realizados nos domingos e feriados.

“Essa questão do domingo e feriado, o Sindicato dos Trabalhadores lutou muito para que houvesse alteração na lei municipal, no sentido de que houvesse um limite em relação principalmente aos mercados e conseguimos no final de 2020, só que infelizmente hoje quem manda na cidade é o Setor Patronal, através da prefeitura e de alguns vereadores”, declarou Anatália Mercês.

Ela ainda informou que por decisão da Prefeitura e de alguns vereadores, a decisão sobre o limite de funcionamento do comércio aos domingos e feriados foi retrocedida para a realidade de 2008.

“Eles resolveram que tinha que alterar a lei e voltar para 2008. A realidade de 2008 é diferente, pois não tinha a reforma trabalhista, não existia liberalidade que existe hoje do patrão explorar. Não tem como você pegar uma lei de 2008 e colocar agora e dizer que é a mesma coisa”, afirmou.

Mercês ainda falou sobre  o horário de funcionamento de alguns supermercados no natal, que foram até as 23 horas durante a semana toda, porém o trabalhador saiu do local 1 hora depois sem o seu vale transporte de direito e sem segurança no retorno para suas casas.

“Os trabalhadores saem do supermercado de madrugada sem segurança e nem transporte público. Aconteceu demais agora no Natal em duas redes de supermercado grande”, proferiu ela.

No que diz respeito a perspectiva salarial do comerciário, Anatália Mercês informou que os trabalhadores vão receber de acordo com reajuste do salário mínimo decretado pelo Governo Federal.

“Como houve o reajuste do salário mínimo para R$ 1.212, o trabalhador não pode receber menos que o salário mínimo”, disse Anatália Mercês.

Ela ainda falou sobre o direito do trabalhador ao vale transporte e o prejuízo quando essa obrigação pela empresa não é exercido.

“Infelizmente em Santo Antônio tem essa cultura de achar que é o trabalhador quem tem que pagar pelo seu transporte para ir trabalhar e isso é terrível, porque o trabalhador tem que bancar a moto ou qualquer outro transporte, se ele tem uma moto é ele quem banca a gasolina pra poder chegar no horário no trabalho”, falou.

Natália Mercês também alertou aos trabalhadores do comércio da importância de participar das reuniões das assembleias e opinar nas decisões tomadas.

  • “É hora de discutir na assembleia o vale transporte, o vale alimentação , o dia do comerciário , triênio, quebra da caixa , hora-extra, percentual, banco de horas , tudo isso a hora de discutir é agora. Essa assembleia é aberta para todo trabalhador do comércio, você precisa ir participar e dá a sua opinião, porque é com base na sua opinião que a gente monta a pauta e encaminha para ser negociado”, finalizou   (Fonte: Blog do Valente)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

+ Notícias

Veja as 5 melhores frutas para ressaca

Para se sentir melhor após uma ressaca, é importante se hidratar e se nutrir bem. E existem frutas que...