24.5 C
Santo Antônio de Jesus
segunda-feira, 15 agosto, 2022

Auxílio Brasil de R$ 600: conheça as regras e o calendário de pagamento: E o que vai mudar

Relacionados

Beneficiários do Auxílio Brasil devem receber um aumento de R$ 200 no valor mínimo da parcela do benefício. A medida está prevista na PEC (Proposta de Emenda à Constituição) nº 1, que já foi aprovada pelo Senado e aguarda análise na Câmara.

Um dos principais pontos do texto é elevar a quantia paga pelo programa social para R$ 600 até o fim de 2022. A maioria estima que a mudança terá validade a partir de agosto, mas parte do governo defende que ela ocorra já na folha de pagamento de julho.

Além disso, o governo quer zerar a fila de espera de famílias que cumprem os requisitos para receber o Auxílio Brasil. Contudo, isso só será possível se o Planalto decretar estado de emergência no país e conseguir driblar as regras que impõe limites fiscais.

O que vai mudar?

A princípio, o texto não prevê nenhuma mudança que possa afetar a vida dos beneficiários. Ou seja: as exigências para receber o benefício continuarão as mesmas, com alteração somente no valor mensal da parcela.

O calendário de repasses divulgado no início do ano também será mantido, com liberação quase sempre nos dez últimos dias úteis de cada mês. O depósito do Auxílio Brasil ocorre de acordo com o final do Número de Inscrição Social (NIS) dos aprovados, veja as datas abaixo:

FINAL DO NIS DATA DE PAGAMENTO
1 18 DE JULHO
2 19 DE JULHO
3 20 DE JULHO
4 21 DE JULHO
5 22 DE JULHO
6 25 DE JULHO
7 26 DE JULHO
8 27 DE JULHO
9 28 DE JULHO
0 29 DE JULHO

 

Consulta ao Auxílio Brasil

A consulta do benefício pode ser feita no aplicativo Auxílio Brasil ou Caixa Tem, ambos disponíveis para Android e iOS. Outra opção é ligar para a central de atendimento da Caixa Econômica Federal ou (número 111) ou do Ministério da Cidadania (121).

spot_img
spot_img
spot_img
spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

+ Notícias

SAJ: Quebra-molas são sinalizadas após acidentes; “Não é intenção nossa deixar o risco para o cidadão”, diz coordenador da SMTT

Em entrevista ao Levante a Voz, o sub-tenente Bittencourt, coordenador da SMTT,  anunciou a sinalização de quebra-molas após acidentes...