24.5 C
Santo Antônio de Jesus
segunda-feira, 15 agosto, 2022

Novo RG 2022: Aprenda a tirar a 2ª via do documento sem pagar nada: Veja quais documentos levar

Relacionados

Geralmente, para tirar a segunda via do Registro Geral (RG) em caso de perda, os cidadãos precisam arcar com os custos que variam entre R$ 26 e R$ 96. Por outro lado, se houve furto ou roubo, a vítima pode realizar um boletim de ocorrência para conseguir um novo documento de forma totalmente grátis.

Aqueles que precisam renovar a Carteira de Identidade Nacional (CIN) a partir de agosto poderão receber a nova versão do documento dependendo do estado. Isso porque, a partir do dia 4 do próximo mês, Minas Gerais, Pernambuco, Acre, Goiás, Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Distrito Federal começarão a emitir a versão atualizada do documento.

A quem se destina a gratuidade na emissão do RG?

A isenção da cobrança para a segunda via do RG é garantida em:

  • Caso de furto do documento, sendo necessário apresentar um boletim de ocorrência (B.O) em até 30 dias;
  • Quando o documento foi danificado ou extraviado em razão de desastres naturais;
  • No caso de mulheres com mais de 60 anos e homens com mais de 65 anos;
  • Os cidadãos em situação de pobreza ou extrema pobreza, na apresentação do Número de Identificação Social (NIS);
  • Em caso de erro de digitação, contanto que tenha sido constatado em até 90 dias.

A solicitação de uma nova via do documento deve ser feita nos seguintes órgãos: unidades Poupatempo, Secretaria de Segurança Pública ou Polícia Civil. Durante a requisição, é exigida uma 2 fotos 3×4, CPF, Certidão de Nascimento ou Certidão de Casamento (se este for o caso).

Versão física x Versão digital

novo RG será oferecido à população em dois formatos: o físico e o digital. O modelo impresso vai garantir com que seja possível acessar a versão digital na internet via QR Code. Por outro lado, o acesso ao RG Digital também ficará disponível por meio de aplicativo do governo federal.

A versão digital só será liberada mediante apresentação da versão física do RG. Uma novidade é que o documento será aceito em postos migratórios de países do Mercosul por conta da implementação do código MRZ, o mesmo usado em passaportes.

Fonte: Edital Concursos Brasil

spot_img
spot_img
spot_img
spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

+ Notícias

Negativados podem usar saldo do FGTS como empréstimo; Saiba mais

Para qualquer pessoa que esteja com o nome negativado, ou o score baixo, esses fatores podem ser definitivos no...